cetoconazol

Existem comprimidos para micose?

Existem vários tratamentos que prometem a cura da micose, através da utilização de pomadas, cremes e até mesmo comprimidos. Conheça quais os melhores tratamentos e livre-se dessa enfermidade de uma vez por todas! Existem dois tratamentos básicos com comprimidos – com o próprio Cetoconazol em comprimidos. Ambos são indicados para adultos ou crianças respeitando sempre a dose ideal indicada por seu médico especialista. É muito bom também lembrar que nunca recomendamos a auto medicação! Vale muito a pena fazer uma consulta médica antes de ir até a farmácia e adquirir um medicamento – através da consulta você poderá ter a certeza de que fará um tratamento eficaz, visto que assim é possível identificar o tipo de fungo que está provocando a enfermidade.

Conheça um pouco mais sobre o Cetoconazol,  um dos principios ativos mais populares para o tratamento da micose via comprimidos orais.

Sobre o Cetoconazol

Existem diversos nomenclaturas de medicamentos que possuem o mesmo princípio ativo e buscam tratar exclusivamente a micose – o Cetoconazol é o mais popular disparado em nosso país. Ele é extremamente indicado para infecções micóticas da pele, couro cabeludo e unhas.  Existem casos que o tratamento via oral (comprimidos) não chega a ser eficiente, devido ao envolvimento de áreas cutâneas extensas ou de lesões que compromentem os pêlos e unhas.

É indicado para o tratamento de candidíase sistêmica, infecções da boca e do trato gastrintestinal causado por leveduras (esofagite e outras). É altamente recomendado também para o tratamento de manutenção de micoses sistêmicas, tentando evitar a reicidência, ou até a remissão sorológica. Vale recordara que não são recomendados para meningites fúngicas.

Antes de ir adiante com o tratamento, observe as contra-indicações dos medicamentos de via oral com Cetoconazol como princípio ativo – se você possui hipersensibilidade aos excipientes da formulação você não deve ingerir este tipo de medicamento, da mesma forma que pacientes com patologia hepática aguda ou crônica.